E-mail: rafael@turbineseusite.com.br   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

Aprenda de uma vez como funciona o marketing digital no mercado financeiro
16 de setembro de 2021

Não importa em que mercado você deseja prosperar: saber como usar o marketing digital a seu favor é o caminho para o sucesso. Surgido das mudanças causadas pela transformação digital, essa modalidade de marketing utiliza os canais disponíveis na internet para alcançar e abordar o público-alvo de forma muito mais consistente e eficiente.

A partir das melhores práticas e estratégias, é possível criar relacionamentos realmente duradouros, que reforçam a autoridade da marca e originam o surgimento de novas oportunidades. Prevalecente em todos os setores comerciais, o Marketing Digital tem características que o tornam indispensável, também, para o mercado financeiro.

Isso porque ele fornece as ferramentas necessárias para que empresas desse ramo alcancem dois de seus objetivos principais: conquistar a confiança do público e educar os seus potenciais clientes. Dessa forma, cria-se o contexto necessário para converter um processo de vendas considerado complexo, já que envolve serviços e produtos que geram grande impacto na saúde financeira do cliente.

Portanto, Marketing Digital e mercado financeiro andam lado a lado. Mas como tudo isso começou? Neste texto, trazemos um levantamento sobre as principais práticas que têm se mostrado eficazes nos últimos anos, além de exemplos de sucesso para inspirar você a implementar uma campanha bem-sucedida. Continue lendo para descobrir:

Como a transformação digital revolucionou esse mercado?

Antes de tudo, é preciso compreender a transformação digital como o que ela realmente é: um fenômeno em desenvolvimento, que tem como principal característica a digitalização de diferentes processos com o objetivo de melhor atender às demandas do consumidor e às necessidades do próprio negócio.

É importante ter isso em mente, já que algumas pessoas acabam imaginando que basta adquirir soluções tecnológicas para se adequar ao novo cenário. Na verdade, as mudanças precisam ser estruturais. Ou seja, mais do que dispositivos e equipamentos, o que realmente importa é a forma geral como os processos internos são conduzidos.

No mercado financeiro, assim como em muitos outros, as principais mudanças trazidas por esse fenômeno começaram a se manifestar por meio do comportamento do consumidor, que passou por alterações drásticas. Cada vez mais acostumados a se informar e a consumir pela internet, os clientes não dão mais atenção aos antigos métodos de atendimento e publicidade.

Para sobreviver no mercado, é preciso montar uma estrutura de atendimento ao consumidor ágil e eficaz. Isso pode ser alcançado com a utilização de diversos canais e o uso de ferramentas específicas, que citaremos ao longo do texto.

Além de digitalizado, o atendimento deve ser personalizado, considerando uma das principais demandas do público geradas pela transformação digital: o consumidor 4.0. Para satisfazê-lo, é preciso adotar uma abordagem customizada e consultiva, em vez de apelar para esforços diretos de venda.

Todo esse movimento de valorização das demandas do consumidor e de acesso rápido à informação gerou, também, a necessidade de tornar os procedimentos cada vez mais transparentes. Hoje, toda instituição financeira de respeito apresenta relatórios detalhados sobre cada movimentação feita em prol de seus clientes.

Essa clareza inclui um detalhamento de eventuais taxas e embargos que alterem o valor da operação. Esse tipo de transparência, aliás, foi um dos principais vetores para o crescimento e domínio das chamadas fintechs.

Como funciona o marketing digital no mercado financeiro?

O mercado financeiro passou por uma verdadeira revolução com a transformação digital, o que, naturalmente, tornou obsoletos alguns aspectos que eram considerados clássicos. Para começar, o cenário atual apresenta um dinamismo muito interessante no que diz respeito ao número de players no mercado.

Se antes esse setor era dominado por empresas reconhecidas, hoje, há muito mais espaço para competição. Entender o que fazer para superar a concorrência é a chave para o sucesso de uma estratégia de Marketing Digital.

Aqui, o primeiro desafio é definir o público-alvo e desenvolver as práticas mais eficazes para impactá-lo. Como em qualquer outro setor, isso envolve uma vasta pesquisa de mercado que possibilite a estruturação de uma buyer persona.

A partir da criação desse personagem, é viável utilizar os canais mais relevantes para produzir conteúdos que gerem interesse nos potenciais clientes e façam com que eles continuem a consumir os materiais disponibilizados pela marca. É o que chamamos de marketing de conteúdo.

Essa modalidade do Marketing Digital é excelente para educar o público, enquanto cria uma conexão poderosa com o indivíduo, que pode, eventualmente, ser convertido em cliente. O ideal é saber utilizar gatilhos estratégicos para adquirir dados de contato — respeitando a LGPD — e incluir a pessoa nos fluxos de nutrição, que devem fazer parte de uma campanha robusta de email marketing.

Assim, podemos dividir o Marketing Digital no mercado financeiro em três etapas. Primeiro, é preciso descobrir quem é o cliente ideal. Depois, saber como realizar abordagens efetivas nos canais mais relevantes, atraindo sua atenção e, de preferência, coletando dados relevantes. Por fim, quando o lead já faz parte da sua lista, empregam-se os esforços finais para concluir a venda.

Quais são as práticas permitidas e proibidas nessa área?

Toda atividade comercial exige o cumprimento de algumas diretrizes legais e princípios éticos. No mercado financeiro, não é diferente.

Por se tratar de um setor que mexe diretamente com as finanças do cliente e, logo, tem grande impacto em sua vida pessoal e profissional, a transparência deve ser uma das bases de qualquer prática executada. Inclusive, autoridades regulatórias deixam bem claro que empresas atuando nesse setor não podem prometer algo além de seus poderes. Em outras palavras, não é permitido vender sonhos.

Todos os produtos e serviços de investimento devem alertar o público que rentabilidade passada não significa que será a mesma no futuro. Ou seja, embora seja permitido demonstrar resultados anteriores para vender um produto ou serviço, é preciso deixar claro que não há garantia de que esses números se repetirão.

Algumas empresas tentam usar da subjetividade para driblar essa proibição. Campanhas publicitárias que atrelam qualquer investimento a uma vida de luxo, por exemplo, são consideradas apelativas e antiéticas.

Em um cenário econômico instável, é necessário agir como parceiro do cliente, não como alguém que está pronto para explorá-lo. Por isso, independentemente de leis e regulações, o marketing financeiro deve prezar pela integridade, tanto da agência quando do cliente. Portanto, mais uma vez, a necessidade de transparência vem à tona.

Que ferramentas impulsionam o marketing digital do mercado financeiro?

Agora que você conhece um pouco mais sobre o Marketing Digital aplicado no mercado financeiro, vamos falar sobre duas ferramentas essenciais para o sucesso nesse setor. Acompanhe!

RD Station

O RD Station é um software de automação focado nas principais atividades de uma campanha de Marketing Digital. A ferramenta permite que o usuário gerencie todas as tarefas em um só local, desde a organização de leads até o disparo de mensagens de email.

Trata-se de um recurso essencial para que o departamento de marketing integre todas as estratégias em um só ambiente, gerando processos mais rápidos e elevando os resultados alcançados.

Ion

Lembra-se de que citamos a criação de conteúdos como um passo fundamental para atrair e educar os leads no mercado financeiro? O Ion é o caminho para alcançar esse objetivo.

A ferramenta oferece soluções simples para criar diversos tipos de materiais em poucos minutos. O melhor de tudo é a possibilidade de criar conteúdos interativos, mesmo sem contar com qualquer experiência em programação.

As peças interativas, como infográficos e calculadoras, são consideradas muito mais efetivas do que as estáticas. Elas permitem que a persona faça parte da própria experiência, fornecendo conhecimento e autoridade de forma lúdica. Pense, por exemplo, em uma calculadora de ROI que estima quanto o cliente pode ganhar ao aderir ao seu serviço? Um excelente recurso para fechar vendas, concorda?

Quais marcas se destacaram usando o marketing digital no mercado financeiro?

Algumas empresas do segmento servem de inspiração para alcançar a eficiência no marketing digital. Confira!

Nubank

Uma das fintechs mais bem-sucedidas do Brasil, o Nubank é um verdadeiro case de sucesso de Marketing Digital. O banco digital chegou ao mercado brasileiro oferecendo facilidades inéditas, como cartões de crédito sem anuidade e total controle sobre a conta a partir do aplicativo para celular.

Mas como uma empresa relativamente nova alcançou tanto sucesso rapidamente? Parte da resposta está na eficiência do Nubank em se comunicar com o público e educar os clientes-alvo sobre a solução.

Com um projeto de branding primoroso, que conseguiu associar a marca à cor roxa, o Nubank está presente em basicamente todas as redes sociais. Ele utiliza uma linguagem diferente daquela mais formal, geralmente, empregada por empresas do mercado financeiro.

Além disso, não se restringe a falar dos próprios serviços. O foco, na verdade, é propiciar experiências positivas que posicionem a marca no topo da mente dos consumidores. Abaixo, uma das campanhas mais recentes, realizada no Twitter, para gerar engajamento e reconhecimento da marca.

XP Investimentos

Qualquer um que tenha interesse em investimentos já ouviu falar da XP. A marca é extremamente bem-sucedida no setor, alcançando públicos de diferentes faixas-etárias.

Para chegar a esse patamar, a corretora investe pesadamente na criação de conteúdos educativos, que vão de vídeos em seu canal no YouTube até cursos completos, que podem ser adquiridos em seu website. Dessa forma, a XP se estabelece como uma verdadeira autoridade no assunto, gerando a confiança necessária em seus clientes.

O que fazer para implementar uma boa campanha de marketing digital no mercado financeiro?

Nesse ponto do texto, você já compreende alguns dos aspectos fundamentais para criar uma boa campanha de Marketing Digital no mercado financeiro. É preciso, por exemplo, saber como usar as tecnologias disponíveis a seu favor, além de explorar as redes sociais mais proeminentes.

Contudo, é preciso ter em mente a necessidade de manter uma postura humanizada e transparente, pois esse é o grande segredo para conquistar a confiança do consumidor que domina o mercado digital. Isso implica, também, na segmentação do seu público.

Crie suas buyer personas e organize seus leads de acordo com elas. Assim, é possível investir na criação de mensagens e conteúdos altamente eficazes, nos canais considerados mais adequados. Note, por exemplo, que existe uma grande diferença entre publicar no LinkedIn e no Twitter. Entender onde veicular suas campanhas é tão importante quanto saber como desenvolvê-las.

O Marketing Digital no mercado financeiro é uma ferramenta indispensável para a estabilidade de qualquer negócio. Trata-se de uma abordagem capaz de aproximar marca e consumidores, gerando relacionamentos de confiança e possibilitando a implementação de estratégias de médio e longo prazo. Durante todo o processo, é fundamental ter em mente as boas práticas do setor, evitando atividades antiéticas e preservando a empresa de punições legais.

Durante o texto, falamos sobre o uso de conteúdos interativos para melhorar seus resultados. Saiba mais sobre como o marketing interativo pode aumentar a sua taxa de conversões!

The post Aprenda de uma vez como funciona o marketing digital no mercado financeiro appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.