E-mail: rafael@turbineseusite.com.br   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

Durante o home office, dormir é permitido? Confira a relação entre sono e produtividade
4 de novembro de 2021

Em tempos de transformação digital e tantos avanços tecnológicos e sociais, um desafio tem alterado a rotina dos profissionais: atuar em home office e dormir bem. A princípio, a ideia do trabalho em casa parecia ideal, mas a verdade é que as pessoas estão trabalhando muito mais do que nos escritórios.

Além de mais produtividade, isso também significa menos sono, o que traz impactos na capacidade de concentração das pessoas. O cenário, inevitavelmente, acarreta em uma menor qualidade nas entregas, entre outros prejuízos.

Para ajudar você a entender a relação entre sono e produtividade, e se é permitido dormir no home office, preparamos este artigo. Nele, você vai conferir:

Qual a relação do sono com o desempenho profissional?

O home office pode até trazer vantagens, ainda mais, para quem trabalha com marketing, já que não é preciso se estressar com o deslocamento até o trabalho e as horas paradas no trânsito. No entanto, esse modelo de atuação tem afetado de forma gradativa as horas de sono dos trabalhadores.

Além das questões relacionadas à pandemia do novo coronavírus, outros fatores contribuíram para a experiência do home office não ser tão boa quanto se imaginava. A diminuição das interações sociais e das opções de lazer, por exemplo, tem sobrecarregado as pessoas globalmente.

Isso porque, além do trabalho do escritório, que envolve os processos de automação de marketing, definição de personas, identidade visual, entre outras, o medo de perder o emprego e a rotina doméstica têm exigido mais dos profissionais.

Para você ter uma ideia, um estudo realizado pelo Instituto do Sono no Brasil, que evidencia as alterações no padrão de sono da população em 2020, revelou que mais de 50% dos respondentes relataram piora no descanso noturno. Os motivos incluem a preocupação com os efeitos da pandemia e a maior exposição às telas, a exemplo do celular, televisão e computador.

Entre os respondentes que relataram menos horas de sono, no período pesquisado, foram evidenciadas algumas constatações. Acompanhe:

66,8% relatam dificuldade maior para dormir;61,6% vão dormir mais tarde;64% passam mais tempo na frente de telas;59,4% acordam mais vezes durante a noite;54,1% ficam mais tempo em casa;75,1% dizem ter mais preocupações.

Por que isso influencia a produtividade?

O sono é responsável por quase todos os sistemas do corpo. É nessa hora que os neurônios no cérebro iniciam os diversos processos biológicos que renovam o corpo e mente. Além disso, o sono proporciona um rejuvenescimento para os sistemas cardiovascular e imunológico.

Ele também é responsável pela nossa capacidade humana de raciocinar com clareza, controlar as emoções e aprender novas informações. Nesse cenário, trabalhar sem estar com o sono em dia afeta de forma significativa o desempenho profissional. Além disso, a privação do sono por um período prolongado pode acarretar consequências bastante significativas, o que inclui:

doenças cardíacas;aumento do risco de obesidade;demência;declínio cognitivo.

Quais são os efeitos da perda de sono?

Como já comentamos, a falta de sono pode dificultar a concentração, a vigilância e a atenção. Além disso, quando a pessoa está sonolenta e tenta ficar acordada, isso acaba consumindo muita energia mental.

Dessa forma, fica mais difícil manter o foco por um longo período de tempo, já que o esforço exige mais concentração. Essa redução no foco pode prejudicar de sobremaneira o trabalho, pois causa lapsos de atenção.

Omissões também são erros comuns de pessoas que sofrem de privação de sono. Isso acontece devido à elevação dos tempos de reação. Ou seja, profissionais, sejam eles de marketing, sejam de outra área de atuação, demoram mais tempo para reagir em situações críticas e podem cometer erros.

Imagine o impacto da falta de sono para profissionais como médicos e copywriters. Além disso, trabalhar muitas horas seguidas e não dormir pode causar altos níveis de estresse. Também pode deixar as pessoas mais irritadas, com raiva e vulneráveis a doenças emocionais.

Em home office, o estresse e o estado de irritação oriundos de um dia de trabalho são facilmente transferidos para a rotina no lar, tornando o processo de adormecer mais difícil. Veja outras questões relacionadas à falta de sono e trabalho!

Impactos econômicos

Como você pode perceber, dormir mal influencia aspectos negativos no desempenho cognitivo e motor das pessoas. Agora, imagine o profissional que trabalha com marketing digital ter de lidar com isso.

Os impactos em suas operações estratégicas e criativas são imediatos, e os perfis de trabalho passam a exigir mais aprendizado constante e também a troca de ideias. Conforme pesquisa conduzida na Austrália, os distúrbios do sono são responsáveis por altos custos, tanto diretos quanto indiretos.

Estimativas apontam que os custos financeiros do sofrimento pela privação do sono giram em torno de 1,55% do Produto Interno Bruto (PIB) da Austrália. Em contrapartida, os gastos não financeiros são responsáveis por 4,6% do PIB. Nos Estados Unidos, a privação do sono amarga uma queda na produtividade em torno de US$136,4 bilhões.

Segurança

Você sabia que a escassez das horas de sono é responsável por mais do dobro dos acidentes de trabalho, se comparado a pessoas que dormem mais de 8 horas por dia? Assim, profissões que envolvem a condução de veículos e operações de máquinas pesadas representam um risco maior e perigo para a segurança daqueles trabalhadores que exercem a atividade sem dormir.

Assim, a falta de sono e seus distúrbios associados acarretam graves prejuízos à saúde e à segurança de toda a sociedade.

Dormir durante o home office interfere na produtividade?

Como a perda de sono afeta a atenção e até a saúde dos trabalhadores, isso significa que está na hora de fazer alguns ajustes na rotina. Apesar de a legislação brasileira não ter uma norma específica para o trabalho home office, é preciso que as empresas orientem seus funcionários para ter bom senso na administração do tempo de atuação.

Isso pode incluir conscientizá-los a respeito da importância de uma boa noite de sono, e também deixá-los livres para dormir nas janelas de rotina do trabalho, desde que não comprometa o resultado final de suas entregas.

Ao aumentar a qualidade e o tempo de sono, é possível melhorar as entregas no trabalho, e também elevar a produtividade. Para ajudar a conciliar a rotina do home office a um bom período de sono, separamos algumas dicas para você começar a elevar o seu desempenho no trabalho. Acompanhe!

Reavalie suas prioridades

Em casa, é mais fácil se distrair com a rotina com as crianças, celular e, até mesmo, televisão. Tudo isso pode impactar negativamente o sono e também a socialização com os colegas de trabalho. Por isso, reavalie a sua rotina e veja se você não está dedicando muito tempo às telas, a exemplo de horas e mais horas utilizando as redes sociais.

Repense, também, os motivos pelos quais você passa muito tempo assistindo TV, enquanto deveria estar dormindo. Revendo as suas prioridades e criando mais limites entre o tempo de trabalho e o tempo pessoal, você eleva a sua qualidade de vida e também o desempenho no trabalho.

Encontre tempo para você

Caso a rotina em home office esteja tomando muito do seu tempo, talvez seja a hora de conversar com o seu chefe ou o departamento de Recursos Humanos da empresa. Peça a eles que revejam o fluxo de trabalho e proponha soluções para otimizar as atividades.

Estar bem mentalmente também é fundamental para que você consiga realizar as suas entregas com êxito. Lembre-se de que, ao descansar, você garante uma melhor concentração e eleva o seu índice de produtividade durante o dia de trabalho.

Respeite o seu organismo

Muitas pessoas rendem mais à noite do que durante o dia. Caso o seu trabalho possibilite essa flexibilidade em home office, converse com o seu gestor para que possa atuar naqueles momentos em que o seu organismo estiver mais ativo.

Assim, poderá descansar melhor em outros horários, mesmo que não seja o horário comercial. Você ainda pode tentar encontrar espaço de manobra, ou seja, trabalhar em um horário que seja bom para você e também para a empesa.

Melhore a sua higiene do sono

Desconectar-se de dispositivos eletrônicos e evitar situações de estresse por pelo menos uma hora antes de ir para a cama ajuda a promover uma boa higiene do sono. Além disso, a prática de atividades físicas, uma boa alimentação e a ingestão de líquidos ajuda a promover um descanso reparador.

Esteja atento ao ambiente e recorra à meditação e outras técnicas de relaxamento da mente para se conectar consigo mesmo e relaxar. Com isso, você consegue fazer um cronograma de sono consistente, ao mesmo tempo em que ajusta a rotina na hora de dormir.

Consulte um médico

Se você sofre de distúrbios do sono, saiba que existem médicos especialistas que podem auxiliar você a dormir melhor. Eles podem ajudar a elaborar um plano para aumentar a qualidade e a quantidade de sono, oferecendo tratamento e dicas, de acordo com a sua necessidade, para controlar o cansaço relacionado ao trabalho.

Como você pode perceber, dormir em home office, aproveitando as janelas entre as rotinas e descansando à noite, pode elevar a produtividade e também a eficiência das entregas. Para isso, é preciso criar e promover hábitos saudáveis, que serão capazes de proporcionar uma higiene adequada do sono. Isso é muito importante para a sua qualidade de vida, refletindo em uma rotina mais saudável.

Se você gostou deste artigo sobre fazer home office e dormir, confira também nosso e-book sobre como ter uma rotina produtiva trabalhando home office.

The post Durante o home office, dormir é permitido? Confira a relação entre sono e produtividade appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.