E-mail: rafael@turbineseusite.com.br   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

Você sabe quais são as vantagens e desvantagens da inteligência artificial? Descubra agora
24 de maio de 2021

Podemos enumerar várias vantagens e desvantagens da Inteligência Artificial para uma efetiva revolução social e econômica mundial. Mas devemos considerar que, apesar do amplo acesso a ferramentas e recursos que apoiariam essa eventual evolução das máquinas em detrimento dos seres humanos, ainda temos um longo caminho a percorrer até que esse momento chegue, se isso realmente ocorrer.

Acontece que inovações baseadas em IA já fazem parte das nossas rotinas e, sendo cada vez mais evidentes, as especulações de que seremos substituídos aumentam consideravelmente.

Os chatbots e assistentes pessoais são exemplos de como a tecnologia pode ser incorporada em nossas rotinas para melhorar aspectos essenciais para a qualidade de vida e uma tomada de decisão mais acertada.

Além disso, de acordo com dados recentes, 75% dos empreendedores acreditam que a IA abrirá novos postos de trabalho mesmo que, de alguma forma, ela inviabilize profissões pautadas por processos altamente repetitivos e sem demanda de soft skills, que poderiam ser facilmente suportados pela automatização.

Embora a IA tenha o potencial para influenciar a criação de 133 milhões de empregos até 2022, entre novas e antigas funções, ela pode tornar até 75 milhões de empregos obsoletos.

Além da Inteligência Artificial criar novos postos de trabalho, que antes não seriam necessários sem a revolução tecnológica, e eliminar profissões obsoletas, 40% dos líderes empresariais acreditam que o uso da IA também será decisivo para o aumento da produtividade e eficiência em âmbito organizacional. Eles não estão errados: a receita global com base em IA crescerá para US$ 31,2 bilhões até o ano de 2025.

Entretanto, para chegarmos a esse patamar de contribuição, será preciso investir continuamente na adoção de ferramentas e na qualificação de profissionais capazes de monitorar e fazer manutenções na infraestrutura com esse nível de tecnológico.

Neste artigo você confere as vantagens e desvantagens da Inteligência Artificial e outras informações relevantes sobre o assunto. Vamos lá?

Como a Inteligência Artificial realmente funciona?

A Inteligência Artificial consiste em um conjunto complexo de instruções na forma de algoritmos para que supercomputadores, que não precisam ser necessariamente grandes, mas sim potentes e com grande capacidade de processamento, sejam capazes de responder a várias situações e tomar decisões de forma autônoma.

Como isso acontece? De forma simplória, é como se um programador fizesse várias linhas de código para dar capacidade de resposta a uma máquina e, à medida que novas situações ocorrem, esse equipamento consegue lidar com diferentes entradas somente com base em experiências anteriores e dados estruturados, de forma que não há necessidade de o programador revisar o algoritmo toda vez que uma nova demanda ocorrer.

A Inteligência Artificial, então, é como uma criança aprendendo a andar: ela sabe que não pode fazê-lo como adultos, mas entende que à medida que segue um padrão previamente observado no comportamento dos pais, pode reproduzi-lo. E ainda que não o consiga da mesma forma, em longo prazo e com muitas tentativas, suas ações serão melhoradas e naturalizadas até que estejam adequadas e sejam aceitas.

Uma tecnologia baseada em características essencialmente humanas não pode ser efetiva sem a integração com outros adventos do “novo mundo”, como o aprendizado de máquina (Machine Learning) e o Big Data — volume de dados que fornecem informações suficientes para a autonomia das máquinas.

Por isso, é tão importante que a IA esteja integrada ao aprendizado de máquina. Redes neurais que reproduzem as ligações feitas pelos neurônios humanos conseguem fazer associações que determinam as melhores decisões.

E os dados? As informações complementam a estrutura sob a forma de estatísticas, padrões, memórias (ocorrências históricas) e tendências, que fomentam as associações das redes neurais. Logo, a melhoria da qualidade dos dados fornecidos a esse sistema sempre resultará em mais eficiência ao sistema.

Afinal, quais são as desvantagens da Inteligência Artificial?

Agora você pode conferir com mais detalhes as desvantagens da Inteligência Artificial e outras potenciais consequências da adoção de tecnologias baseadas nesse conceito.

Alto custo de implementação e manutenção

A adoção de tecnologia tem um custo extra que, muitas vezes, não pode ser assumido pelas empresas. Isso porque é preciso manter a infraestrutura atualizada, dada a alta taxa de obsolescência de equipamentos, softwares e outras ferramentas que integram os ativos do sistema.

Além disso, é preciso manter profissionais altamente qualificados para lidar adequadamente em qualquer intercorrência, isso se não considerarmos os custos com energia elétrica e conectividade.

Máquinas e equipamentos, independentemente do nível de inteligência integrada, também demandam reparos e manutenções, que podem ter custos bem elevados.

Dependendo do nível de criticidade da estrutura, outro aspecto que pode ser oneroso para as empresas é a ética e moralidade do sistema. Para manter a conformidade, também é preciso consultar bases regulatórias e contar com ajuda jurídica profissional.

Substituição de postos de trabalho

Conforme falamos, há um medo crescente de que as máquinas substituirão os tradicionais postos de trabalho humanos e acarretarão em um aumento considerável de desemprego em nível mundial.

Em partes, essa previsão não está totalmente errada, uma vez que poderão haver substituições, especialmente das vagas altamente mecanizadas e caracterizadas por procedimentos e processos repetitivos, que podem ser reproduzidos com mais precisão e rapidez se efetivados de forma programada com a tecnologia.

Entretanto, ao mesmo tempo poderão surgir novos postos de trabalho, baseados principalmente na manutenção e melhoria da infraestrutura e na garantia de ininterruptibilidade dos equipamentos.

Dificuldades para inovar

A capacidade de armazenamento do sistema baseado em IA é expansivo, mas o acesso e a recuperação das informações provavelmente não ocorrem da mesma forma que as conexões do cérebro humano, mesmo que ele seja a base das redes neurais. Como o aprendizado é contínuo e progressivo, também há que se aguardar um tempo até que a base de dados esteja completamente adequada.

Além disso, a IA sem integração com o aprendizado de máquina opera apenas de forma programada. Isso também pode limitar a sua capacidade de inovar e operar de forma criativa nos mais diversos cenários, assim como os humanos conseguem fazer.

Nossos pensamentos e decisões muitas vezes vêm das emoções e experiências que vivenciamos, e isso as máquinas não podem realizar.

É indiscutível a superioridade das máquinas quando abordamos eficiência. Entretanto, a tecnologia ainda não pode substituir as relações humanas e o modo como criamos conexões no trabalho, que muitas vezes favorecem os resultados obtidos.

Alta dependência da infraestrutura

De nada adianta ter inteligência e capacidade de decisão se os processos estiverem condicionados a uma infraestrutura falha e sem recursos para expansão. O problema da tecnologia é a alta dependência que se cria em relação aos aspectos adicionais necessários para implementá-la, como energia e Internet.

Além disso, criamos dependência emocional e física, principalmente em função da praticidade e velocidade com que tarefas são realizadas. Esses elementos podem ser prejudiciais às interações homem-máquina, à medida que nenhum ponto poderá ser efetivamente dependente do outro.

E quais as vantagens da IA?

Conforme falamos, as desvantagens da Inteligência Artificial podem ser facilmente superadas pelas suas vantagens. A seguir, você confere algumas delas.

Precisão

A Inteligência Artificial tem uma taxa de erro mínima ou inexistente se compararmos com as ações humanas para a realização das mesmas tarefas ou para alcançar os mesmos objetivos.

Como as decisões são tomadas com base em informações previamente coletadas e as ações são determinadas por algoritmos, sem a interferência de humanos, os erros são reduzidos e a chance de atingir uma exatidão com maior grau de precisão é enorme. Logo, além de velocidade, a IA fornece perfeição — e isso é essencial para torná-la uma tecnologia realmente eficiente.

A IA aplicada para fins médicos, por exemplo, além de mitigar riscos potenciais à saúde e estado emocional dos profissionais, pode aumentar consideralmente a efetividade das ações que, para serem efetivas, demandam altíssima precisão, como a radiocirurgia robótica e outros tipos de cirurgia.

Rapidez

A velocidade na execução de tarefas também é essencial para alcançar eficiência. Além de agilizar os processos, com Inteligência Artificial a tomada de decisão também se torna mais rápida, porque as máquinas são capazes de atuar repetidamente, de forma ininterrupta, ou seja, sem pausas para descanso ou troca de turnos, por exemplo.

Imparcialidade

A completa ausência de emoções faz com que as máquinas pensem logicamente e tomem decisões acertadas quando os humanos deixariam que os seus sentimentos (empatia, por exemplo) fossem associados ao processo.

Diferentes estados de espírito podem afetar a eficiência humana. Quando você está triste, certamente se torna menos produtivo, mas isso não ocorre com as máquinas e os equipamentos, principalmente os que são baseados em Inteligência Artificial.

Ininterruptibilidade

Conforme já abordamos, uma infraestrutura programada para funcionar de forma ininterrupta — e tem recursos suficientes para isso — não precisa obter intervalos para descanso ou trocas de turno.

Ao contrário dos humanos, as máquinas podem trabalhar 24 horas. Os humanos precisam de uma pausa após o trabalho para recuperar sua capacidade, além disso, as máquinas podem trabalhar sem distrações.

Além de serem onerosos e, muitas vezes, demorados, esses procedimentos de troca de equipes podem gerar erros e retrabalhos, principalmente quando os profissionais estão no início ou no fim do expediente.

Segurança

Na realização de tarefas perigosas uma infraestrutura baseada em IA pode ser extretamente vantajosa. As máquinas não são afetadas por ambientes hostis, portanto, são capazes de realizar tarefas que comprometeriam a integridade e a segurança dos seres humanos.

Dessa forma, a Inteligência Artificial pode assumir riscos em nome dos humanos: atuar em um ambiente contaminado, desarmar uma bomba ou até explorar ambientes que o corpo humano não é capaz de suportar — locais caracterizados pelo alto frio, calor ou pressão, por exemplo.

Previsibilidade

A previsibilidade também é um aspecto essencial para aumentar a eficiência de qualquer processo, porque permite antecipar ocorrências, combater falhas, gargalos e potencializar capacidades.

Prever o resultado de um processo produtivo permitiria melhorar as estratégias de venda e de marketing, por exemplo. Ferramentas de IA são usadas nas mais variadas aplicações de previsão, seja para detectar fraudes em sistemas de cartão de crédito, seja para a determinação do tempo em função da agricultura de precisão.

Por mais complexas que sejam as infraestruturas baseadas em Inteligência Artificial, muitas delas formadas por algoritmos, redes neurais e um enorme volume de dados integrados em um hardware, nenhuma tecnologia atual será capaz de reproduzir o bom senso e a intuição humana.

Logo, o medo pela substituição pode ser trocado pela demanda iminente de especialização, para a compreensão real de como toda essa infraestrutura pode operar e o que fazer para garantir o seu lugar nesse meio.

Esse é um ingrediente essencial que difere as duas vertentes do novo mundo: os seres humanos e a tecnologia. Entretanto, com o avanço potencial das ferramentas e recursos disponíveis para aplicação em inovações, será preciso aumentar o escopo regulatório, de forma a gerenciar adequadamente a relação entre os humanos e as máquinas.

Além disso, será necessário criar formas efetivas para mitigar os riscos do crime cibernético. Imagine a tomada de uma fábrica inteira interconectada por sistemas baseados em IA e IoT (Internet das Coisas)? Como não pagar o resgate de uma infraestrutura que, parada, poderá gerar prejuízos inimagináveis para a gestão do negócio?

Por esses e outros motivos, também é imprescindível regular o uso de dados, por meio de legislações específicas como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados) instituída no Brasil, e criar estratégias de segurança efetivas para minimizar as chances de ocorrências criminosas.

Agora que você sabe quais as vantagens e desvantagens da Inteligência Artificial em um cenário de constante transformação, que tal conhecer como a Inteligência Artificial pode ser aplicada no Marketing para potencializar os resultados do seu negócio?

The post Você sabe quais são as vantagens e desvantagens da inteligência artificial? Descubra agora appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.