E-mail: rafael@turbineseusite.com.br   |   Telefone: (41) 99521-8611

Suporte 24/7

Saiba o que é comunicação visual, exemplos e sua importância nas empresas
13 de outubro de 2021

Você acha que escolher uma cor para o layout do site, definir a posição do título ou criar uma fonte específica para um anúncio são preciosismos do marketing? Então, você precisa entender o poder da comunicação visual, que vamos explicar neste artigo.

Tudo o que é visual comunica. Uma cor, uma fonte, uma foto, uma ilustração, um gráfico — na criação das peças de marketing, todas essas escolhas determinam o que a marca transmite ao mercado e impactam na forma como o público percebe a sua imagem. Por isso, a comunicação visual deve fazer parte do planejamento das marcas, como prioridade para o marketing e o branding.

Neste artigo, você vai entender melhor o que é comunicação visual, qual a sua importância nas empresas e como dar prioridade a essa área no seu negócio. Acompanhe para saber tudo:

O que é comunicação visual?

Comunicação visual são os processos de transmissão e recepção de informações por meio de recursos visuais.

Embora possa ser combinada com a linguagem escrita ou sonora, a comunicação visual não precisa de qualquer texto ou som para trocar mensagens. As informações estão nas cores, formas, imagens, ilustrações, entre outros signos da linguagem visual, e na forma como eles são organizados e hierarquizados.

Esse tipo de comunicação está presente no mundo inteiro à nossa volta. Você pode perceber como o visual comunica quando vê os sinais de trânsito, por exemplo: a cor vermelha é sinal de que você deve parar, enquanto uma sequência de linhas paralelas brancas na pista indica onde os pedestres podem caminhar. Não precisa de palavra alguma para saber isso, não é?

Você também pode perceber a comunicação visual quando entra na casa de alguém. A decoração da sala diz muito sobre a personalidade dos moradores, não é? Você nota que a pessoa é mais descontraída se tiver móveis coloridos, quadros divertidos e certa bagunça no ambiente.

Dessa forma, você já consegue perceber como os recursos visuais são capazes de transmitir informações que nem as palavras conseguem explicar tão bem. Mais adiante, você vai entender por que isso é tão importante para o marketing.

Como funciona a comunicação visual atualmente?

A comunicação visual sempre existiu. Lembre das artes rupestres nas cavernas, com representações gráficas de animais, plantas, cenas de caça, rituais e abstrações. Ainda não se sabe exatamente o seu significado, mas aquelas imagens comunicam informações, valores e crenças pré-históricas.

Mas a comunicação visual ganhou um maior impulso com a invenção da fotografia e do cinema, no século 20. Fotografias e filmes passaram a registrar costumes, ambientes e acontecimentos, além de servirem ao entretenimento. Com a sua distribuição em escala e velocidade, a relação das pessoas com as imagens se transformou.

Nesse contexto, a publicidade e o jornalismo se apropriaram da comunicação visual para transmitir suas mensagens. Assim, as imagens deixaram de ser ingênuas para cumprir funções e interesses na comunicação social e estimular determinados comportamentos. Veja, por exemplo, o poder da imagem na propaganda de guerra dos Estados Unidos:

No mundo atual, a produção e o alcance das imagens se multiplicaram, bem como a sua influência nos nossos comportamentos. Nunca foi tão fácil fazer uma foto, gravar um vídeo, criar um layout e publicar nas redes sociais — dá para fazer tudo isso com o celular, que nos acompanha todo o tempo.

Então, vivemos hoje imersos em um mundo de imagens. Elas podem nos ajudar a construir um rico repertório de referências visuais, encantar nossos olhos e nos divertir com memes, por exemplo. Mas também podem propagar uma visão ilusória sobre a vida, como acontece no Instagram atualmente.

A comunicação visual molda nossos comportamentos, mexe com as nossas emoções e influencia a forma como percebemos o mundo. E o marketing atual sabe muito bem disso.

Qual é a relação entre comunicação visual e marketing?

A comunicação visual é um dos principais recursos do marketing para divulgar informações, transmitir a imagem da marca e se conectar com o público.

Ela é usada nos mais diversos tipos de materiais do marketing, tanto online quanto offline, como em folders, cartões de visita, sites, redes sociais, anúncios, vitrines, brindes e muitos outros. 

Nesses suportes, todos os recursos visuais têm uma intenção. Não pense que a cor de um logo é por acaso — ela quer transmitir alguma mensagem para o público. Pode ser alguma informação objetiva, mas também elementos subjetivos do branding, que define como a marca quer ser percebida pelo público.

Muitas vezes, a comunicação visual é utilizada em conjunto com a escrita e a sonora. Imagens, textos e sons se complementam entre si ou reforçam alguma mensagem.

Mas é a comunicação visual que tem se destacado no marketing atual. Diante do ritmo acelerado da vida, ela consegue transmitir informações mais rapidamente, muitas vezes de forma mais simples e compreensível, e se conectar diretamente com as emoções das pessoas. 

Basta abrir sites e redes sociais para perceber como as marcas estão investindo em imagens e vídeos para transmitir suas mensagens.

Qual a importância da comunicação visual no marketing?

Vamos pontuar, agora, qual o papel da comunicação visual para que o marketing consiga alcançar seus objetivos. Acompanhe:

Engajar e encantar a audiência

Um texto pode encantar, uma sonoridade também. Mas são as imagens que fazem nossos olhos brilharem. Por isso, a comunicação visual é capaz de engajar e encantar a audiência do marketing.

As imagens conseguem se comunicar com as emoções das pessoas. Elas vão para o inconsciente e se conectam com os valores e crenças do público. Dessa forma, a comunicação visual contribui para estabelecer um relacionamento com os consumidores, com laços emocionais mais fortes.

Transmitir o branding

As imagens carregam informações subjetivas, que transmitem sensações e percepções que as palavras não conseguem explicar. Por isso, a comunicação visual é um dos melhores caminhos para transmitir o branding, a personalidade da marca, seus valores e princípios.

É por meio da identidade visual da marca — e seus desdobramentos em anúncios, redes sociais, embalagens etc. — que o branding se efetiva no mercado e é absorvido pelo público.

Informar rapidamente

A velocidade do mundo atual exige uma comunicação mais ágil. Isso ajuda a explicar por que a comunicação visual tem tanta força hoje.

As imagens contribuem para a velocidade da informação, porque conseguem transmitir mensagens rapidamente. De acordo com neurocientistas do MIT, o cérebro humano pode processar imagens em apenas 13 milissegundos, muito mais rapidamente que um texto.

Informações complexas, por exemplo, podem ser transmitidas de forma simples e direta com imagens. Se o consumidor atual não tem tempo a perder e sua atenção está cada vez mais dispersa, estabelecer essa comunicação em um instante é valioso.

Quais são os melhores exemplos de comunicação visual no marketing?

No dia a dia, vemos vários exemplos de comunicação visual por aí, como os sinais de trânsito, a decoração de um ambiente ou até mesmo a forma como as pessoas se vestem.

Mas estamos falando da comunicação visual no contexto do marketing. Por isso, vamos trazer agora alguns exemplos em que os recursos visuais são essenciais para as empresas se comunicarem com os consumidores. Confira:

Identidade visual

A identidade da marca é o recurso mais básico e essencial da comunicação visual. Ela reúne o conjunto de aspectos visuais — cores, fontes, texturas, ícones etc. — que comunicam a personalidade da marca e acompanham seus produtos, embalagens, anúncios e outros materiais.

Geralmente, as marcas elaboram um manual de identidade visual, que explica como esses recursos devem ser usados e aplicados em diferentes suportes sem perder sua essência. Veja, por exemplo, o manual de marca da Uber.

UX Design

O design de experiência do usuário é voltado para sites e aplicativos. Sua função é criar a melhor experiência de interação dos usuários com esse tipo de aplicação, de forma que eles consigam encontrar e realizar facilmente o que desejam, sem obstáculos e dificuldades.

Um bom UX design é capaz de contribuir para as conversões de sites e aplicativos, além de agradar aos olhos, conquistar a satisfação e o engajamento dos consumidores.

Infográficos

Infográficos são um ótimo exemplo de uso da comunicação visual para transmitir informações complexas rapidamente e de forma simplificada. Dados, números e gráficos, que gerariam um texto denso, podem ser sintetizados em gráficos e imagens mais atrativos e interessantes.

Mídia display

Mídia display é um tipo de anúncio do marketing digital que utiliza imagens e recursos gráficos. Eles podem aparecer em sites, blogs e redes sociais, por meio de banners ou animações.

Um dos grandes diferenciais da mídia display é a atratividade dos recursos visuais, que conseguem chamar a atenção do olhar disperso do usuário com muito mais eficiência que os anúncios de texto.

Data visualization

A comunicação visual também tem papel importante na Ciência de Dados. Data visualization ou visualização de dados é uma das áreas do Data Science, que se dedica a transformar dados em gráficos e relatórios mais compreensíveis e atrativos.

O objetivo é apresentar resultados e facilitar sua análise, como acontece no exemplo de relatório sobre o YouTube abaixo.

Vitrines

Vitrines também são recursos de comunicação visual do marketing. Elas têm o papel de atrair o olhar de quem passa pela frente de uma loja — física ou virtual — e, é claro, fazer as pessoas entrarem para comprar.

Mas as vitrines também são estratégicas comercialmente para estimular a venda de determinados produtos (que precisam de giro de estoque, por exemplo).

Como trabalhar a comunicação visual de uma empresa?

A comunicação visual deve ser uma prioridade do marketing nas empresas. Vamos ver agora as principais dicas para trabalhar a comunicação visual no seu negócio:

Conheça a sua persona

A comunicação visual não pode esquecer que é uma forma de comunicação. Ou seja, depende de um emissor e de um receptor que trocam informações e mensagens entre si. Por isso, a marca que comunica deve conhecer o receptor das suas mensagens: a sua persona.

Quais são seus interesses? Como a persona se comporta? Quais tipos de recursos visuais se comunicam melhor com ela? Conhecer a persona torna a comunicação visual mais focada, interessante e atrativa para o público e ajuda a criar conexão entre a marca e os consumidores.

Entenda o poder da semiótica e das cores 

Desenvolver uma comunicação visual eficiente requer conhecimento sobre semiótica, psicologia das cores, entre outras teorias da imagem.

Tudo isso pode parecer muito acadêmico — se você fez faculdade de comunicação ou design, certamente passou por esses conteúdos. Mas, mesmo sem formação nessas áreas, é importante entender os significados que estão por trás das escolhas visuais.

É disso que trata a semiótica, inclusive as teorias sobre cores, que também carregam significados e provocam sensações. Com esse conhecimento, você pode fazer escolhas mais conscientes na comunicação visual, para transmitir o que a sua marca deseja.

Um dos exemplos mais marcantes de uso da comunicação visual, que permite inúmeras análises semióticas, são as fotografias produzidas por Oliviero Toscani para a marca United Colors of Benetton. Elas miram diretamente nos preconceitos que a sociedade carrega.

Fonte: Hypeness

Simplifique e hierarquize informações

A poluição visual é inimiga da comunicação — a não ser que seja proposital para transmitir alguma sensação. Em geral, vale a regra: menos é mais. Por isso, procure simplificar as informações visuais que você quer transmitir.

Além disso, organize os recursos visuais na comunicação, entenda o que é mais importante e crie uma hierarquia. Dessa forma, você consegue transmitir mais rapidamente o que é mais relevante para a sua marca.

Use padrões visuais na web

Uma das premissas da usabilidade na web é não fazer o usuário pensar. Quanto menos ele precisar se esforçar para entender e executar alguma ação, melhor. Por isso, é importante usar padrões da web no UX Design, que tornem as ações dos usuários praticamente automáticas.

Atualmente todo mundo entende, por exemplo, que três listrinhas paralelas representam o menu de um site — o “menu hamburguer” —, usado especialmente nos dispositivos móveis. Outro exemplo de padrão da web é a mudança de cor de um texto, ao passar o mouse por ele: quando isso acontece, o usuário sabe que tem um link para outro conteúdo.

Isso não quer dizer que você não possa usar a criatividade, ok? Mas esses padrões ajudam a tornar a comunicação visual mais rápida e eficiente.

Invista no storytelling visual

Storytelling visual é a estratégia de contar histórias por meio de imagens. É claro que isso não é novidade alguma no mundo — pense novamente nas artes rupestres que retratavam rituais e cenas do cotidiano.

Mas, no marketing, o storytelling já é uma estratégia relevante para engajar a audiência. Quando essa estratégia se junta às imagens, o engajamento tende a se fortalecer.

Estamos falando, por exemplo, sobre contar histórias visuais nos seus posts das redes sociais ou em vídeos do YouTube. A linguagem verbal pode aparecer, claro, mas é a comunicação visual que engaja e encanta.

Os filmes da Patagonia são bons exemplos de storytelling visual. Eles trazem histórias e imagens encantadoras, que transmitem a essência da marca e engajam a audiência em torno dos seus valores.

Tenha uma área dedicada

Se você quer impulsionar a comunicação visual no seu negócio, é preciso ter uma área dedicada a isso no seu negócio. Você vai precisar contratar designers ou publicitários, que são profissionais qualificados e experientes no uso de recursos visuais para comunicar ideias. Se não tiver esses profissionais na equipe, você pode terceirizar com agências especializadas.

Não caia na armadilha de deixar a criação com o “sobrinho do dono”. Diante do ritmo que as redes sociais impõem atualmente, é comum que o design caia nas mãos de profissionais que não têm habilidades para isso. Mas, dessa forma, a comunicação da sua marca não vai transmitir profissionalismo e credibilidade.

A comunicação visual não pode ser tratada apenas como um acessório do marketing — ela está na essência da comunicação da marca com o público. No mundo atual, as imagens são ainda mais importantes para transmitir informações e provocar sensações com agilidade, a fim de estabelecer uma conexão imediata com o consumidor.

Por isso, o marketing de conteúdo, como uma das principais estratégias de marketing digital, também não pode ignorar a comunicação visual. Muitas marcas, porém, entendem que conteúdo se limita a textos, o que é um grande engano.Então, aproveite para ler agora sobre marketing de conteúdo visual e como usar esses recursos na sua estratégia digital.

The post Saiba o que é comunicação visual, exemplos e sua importância nas empresas appeared first on Rock Content – BR.

Fonte do artigo:

Rock Content – BR

Leia o artigo original clicando no link abaixo:

Read More

Leia Também

Postagens relacionadas em nosso Blog sobre Design, SEO, Marketing e Tecnologia.